Ir para o conteudo
Contato Acontece Parceiros Midia Cursos Realizações Ciclo de Atualização Quem Somos
Desenvolvimento e hospedagem Microum
Acesso Online
IMOP

ENCERRAMENTO TURMA DE PRODUÇÃO DE MODA E STYLIST 2017

 

Foi um sucesso a última turma de 2017 do Curso de Produção de Moda e Styling promovido pelo IMOP. Parabéns e sucesso a todos os novos Produtores e Stylist.

 

E as matrículas para as turmas de 2018 já estão abertas. Dúvidas e reservas clique aqui

Confira todas as fotos e nos siga no facebook: https://www.facebook.com/IMOPR/

Turma produção de moda 2017




EXPOSIÇÃO AS NOIVAS DE GLÜCK

O IMOP é responsável pela mostra do estilista Eleuther Guimarães com curadoria de Paulo Martins. A Exposição ficará do dia 23 de maio de 2017 à 09 de julho de 2017 no MIS - Museu da Imagem e do Som do Paraná.

exposição_mis



5º ENCONTRO DE DESIGNERS DE MODA DE CURITIBA

Com o Vale do Pinhão a capital paranaense traça o caminho para se tornar até 2020 na cidade mais inovadora da América Latina. 

INSCRIÇÕES GRATUITAS: https://goo.gl/3ScA6Y

Quando: 11 de abril de 2017

Horário: 19h

Local: IBQP - Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade

Endereço: Rua Dr. Corrêa Coelho, 741 - Jardim Botânico - Curitiba/PR

inovar_para_crescer



---------------------------------------------------------------------------------

 

2º ENCONTRO DE DESIGNERS DE MODA DE CURITIBA

 

DIAGNÓSTICO SOBRE O CENÁRIO DA MODA EM CURITIBA

 

Durante o 2º Encontro de Designers de Moda de Curitiba, realizado no dia 24 de março de 2015, na sede do IBPQ, foi apresentado o diagnóstico sobre o cenário atual da moda na capital, elaborado juntamente com os participantes do 1º Encontro. Confira!


Foi um sucesso o 2º Encontro de Designers de Moda de Curitiba. 

A participação expressiva dos designers e estilistas foi de extrema importância para a busca de estratégias de desenvolvimento e sustentabilidade da moda autoral de Curitiba. Parabéns a todos os envolvidos!

  



 

 1º ENCONTRO DE DESIGNERS DE MODA DE CURITIBA

 

Realização:

 

IMOP - Instituto de Moda do Paraná

 

IBQP - Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade

 

Local e data:

 

Sede do IBQP, 4 de dezembro de 2014

 

Tema:

 

Moda Autoral Curitibana: Onde está? Para onde vai?

 

Objetivo:

 

Identificar o atual cenário da moda autoral de Curitiba. Detectar expectativas e dificuldades do setor para traçar estratégias e ações para o seu crescimento.

 

Participantes:

 

Designers de Moda de Curitiba

 

Metodologia:

 

Com metodologia específica ao tema do encontro, foi proposto aos participantes que definissem quatro ações visando ampliar a visibilidade da produção local e promover o desenvolvimento econômico e sustentável da moda autoral curitibana.

 

Resultados:

 

  • VALOR SIMBÓLICO E IMAGEM

 

Necessidade de reforçar e/ou criar uma identidade para a moda curitibana.

 

Ações

 

1- Incentivar designers de moda autoral a buscar inspirações na cultura, comportamento e iconografias da cidade para a criação de produtos com design, valor agregado e identidade.

 

  • CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL

 

Falta de mão de obra capacitada para atender à produção.

 

Ações:

 

1- Buscar parcerias com a Prefeitura, Senai/PR SEBRAE/PR e outras  instituições para a elaboração de  projetos que visem a capacitação de cooperativas e grupos com vocação para a costura e trabalho artesanal para atender com qualidade  o desenvolvimento de produtos criados por designers e estilistas;

 

2- Seminários e palestras para constante atualização do setor.

 

  • COMERCIALIZAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO

 

Dificuldade de gestão comercial de produtos e expansão de público e mercado. (“saber criar e não saber vender”)

 

- Ações:

 

1- Gerar interesse e capacitação de gestores comerciais voltados ao segmento de moda autoral e produtos de alto valor agregado;

 

2- Cursos de empreendedorismo, marketing e administração direcionados ao setor para que os criadores também disponham de instrumentos e conhecimentos na execução de suas ideias e projetos. Aprender a “vender o seu peixe”;

 

3- Possibilitar a participação em feiras e eventos nacionais de grupos interessados em expandir o seu mercado;

 

4- Integração de todos os setores de produção e comercialização buscando mais eficiência e dinamismo de mercado;

 

5- Necessidade de capital e investidores na produção local.

 

  • PESQUISA E CONHECIMENTO DE MERCADO

 

Falta de indicadores para dimensionamento da produção de moda autoral de Curitiba e o seu público.

 

- Ações:

 

1- Mapeamento do mercado local de ateliês, estabelecimentos de comercialização e E-commerce de moda autoral curitibana. (roupas e acessórios);

 

2-Pesquisa junto ao público: O que quer? Onde comprar? Quanto está disposto a gastar? O curitibano reconhece o que é um produto com design? Gosta de exclusividade? O objetivo é traçar o perfil do consumidor e detectar expectativas do mercado;

 

3-Pesquisa socioeconômica e de atividades das regiões de Curitiba para a elaboração de estratégias comerciais junto ao seu público de interesse.

 

  •  POLÍTICAS PÚBLICAS

 

Carência de incentivos para o crescimento e sustentabilidade do setor através de políticas públicas:

 

1- Aumentar os incentivos fiscais para fortalecer a moda autoral de Curitiba;

 

2- Facilitar créditos subsidiados para os empreendedores de moda autoral curitibana.

 

  • PROMOÇÃO E COMUNICAÇÃO

 

Necessidade de visibilidade e fortalecimento de marcas e seus criadores através de uma maior exposição da moda autoral de Curitiba nas mais diversas plataformas.

 

- Ações:

 

1- Criação de plataformas virtuais e impressas de promoção e divulgação de ateliês e espaços de moda autoral (roupas e acessórios), por meio de:

 

- Portal Online;

 

- Guia ou roteiro de criadores locais a ser distribuído em pontos turísticos e de grande fluxo de público.

 

2- Parceria com a Prefeitura Municipal para divulgação da moda autoral produzida em Curitiba em suas plataformas de comunicação. Criação de uma campanha para dar visibilidade à produção local e atrair mais consumidores.

 

3- Sensibilização dos meios de comunicação locais para a divulgação de designers curitibanos.

 

4- Integração da moda com outros eventos culturais da cidade.

 

5- Visibilidade da moda autoral por meio de evento de moda paranaense integrada a criadores autorais de outros estados e países.

 

6- Espaço próprio para a moda autoral curitibana - por meio de apoios da Prefeitura e de investidores - para divulgar as criações e congregar os profissionais do setor em um local adequado a reuniões, eventos, seminários e palestras.

 

7- Fortalecimento das marcas locais por meio de ações focadas e unificadas.

 

  • INTEGRAÇÃO PARTICIPATIVA

 

Falta de integração e união do setor e necessidade de fortalecimento do grupo.

 

- Ações:

 

1- Criação de uma plataforma integrada de comunicação entre os profissionais do setor da moda autoral de Curitiba para troca de informações e experiências, buscando um crescimento compartilhado.

 

2- Fortalecer o setor com reuniões periódicas, realização de workshops e palestras.

 

---------------------------------------------------------------------------------


1º ENCONTRO DE DESIGNERS DE MODA DE CURITIBA

+ fotos

Vitória da Moda curitibana

 

 

Conferência realizada no último domingo confirmou a inclusão da moda no Conselho Municipal de Cultura

Curitiba, agosto de 2014 - Meses de mobilização dos profissionais da moda curitibana resultaram em vitória. Assim que o Ministério da Cultura incluiu oficialmente a moda entre as atividades culturais, diversas reuniões foram realizadas para que ela recebesse o mesmo reconhecimento nas esferas estadual e municipal. A Fundação Cultural de Curitiba em parceria com o Instituto de Moda do Paraná/IMOP organizou em junho a 1ª Conferência Setorial de Moda, na qual foram eleitos os quatro delegados do setor – Paulo Martins, Nereide Michel, Silmar Alves e Christiano Kubis - para representar a moda na 1 ª Conferência Municipal Extraordinária da Cultura, convocada para a elaboração do Plano de Cultura Municipal.

A Conferência, encerrada no domingo, dia 24, confirmou a inclusão do Fórum Setorial da Moda neste plano, assegurando assim uma cadeira à categoria no Conselho Municipal de Cultura. A 1ª Conferência Setorial de Moda também elegeu o produtor e stylist Paulo Martins, os estilistas Alexandre Linhares e Fernanda Ritzdorf Winckler, o fotógrafo de moda Marcos Manccine e os professores Silmar Alves e Patrícia Gaspar como representantes setoriais junto à Fundação Cultural de Curitiba. Esta comissão será responsável por apresentar propostas da área em
políticas e ações culturais relacionadas com a moda autoral, que venham potencializar a Economia Criativa da cidade.



A 1ª CONFERÊNCIA DE MODA


AGRADECEMOS A TODOS QUE COMPARECERAM A 1ª CONFERÊNCIA DE MODA PROMOVIDA PELA FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA EM PARCERIA COM O INSTITUTO DE MODA DO PR- IMOP. NA ULTIMA SEXTA-FEIRA- FOI SUCESSO! O NUMERO DE PARTICIPANTES PERMITIU ELEGERMOS 4 DELEGADOS PARA A CONFERENCIA MUNICIPAL E MAIS 6 REPRESENTANTES SETORIAIS PARA CONSELHO JUNTO A FCC. VAMOS NOS UNIR PARA FORTALECER A MODA AUTORAL DE CURITIBA. NA FOTO OS DELEGADOS E REPRESENTANTES SETORIAIS ELEITOS.



PRÊMIO JOÃO TURIN 10ª EDIÇAO

O Museu Oscar Niemeyer (MON) recebeu, no dia 26 de novembro de 2013, terça-feira, a décima edição do "Prêmio João Turin de Incentivo aos Novos Designers de Moda". Pela primeira vez um evento de moda ocupa uma das salas expositivas do MON, uma deferência pela proposta do concurso, que tem como objetivo divulgar a cultura paranaense como fonte de inspiração aos designers de moda e de acessórios.

O tema foi "Costura Afinada, A Trilha Sonora da Moda Paranaense" e tem na música paranaense seu principal foco de pesquisa. Estudantes de cursos de moda de todo o estado aceitaram o desafio e pesquisaram obras de compositores eruditos e populares do estado em seus trabalhos. Os participantes foram selecionados por uma comissão julgadora, composta por designers de moda e de produto, e restaram 13 finalistas. Um deles foi o grande vencedor do concurso e recebeu como premiação, além do troféu, uma passagem de ida e volta para Milão

DESFILE


JULGAMENTO


 

PRÊMIO JOÃO TURIN 10ª EDIÇAO

 Banca Julgadora - Atenta aos detalhes dos trabalhos